A lenda

A lenda do Pé Grande (ou Sasquatch) é contada há mais de 200 anos. Mas foi em 1951, quando o alpinista britânico Eric Shipton publicou uma série de fotografias de pegadas humanóides obtidas na cordilheira Gauri Sankar, no Himalaia, que a lenda do gigante peludo tornou-se mais popular. Essas pegadas seriam de animais bípedes , pesando aproximadamente 200 quilos, de 2 a 4,5 m de altura e corpo totalmente coberto de pelos.

Ieti

O ieti, yeti (do tibetano yeh-teh) ou Abominável Homem das Neves é o nome dado a uma criatura que vive na região do Himalaia. Em 2014, uma equipe da Universidade de Oxford analisou 57 amostras de cabelo, alegadamente sendo de ietis, submetendo 36 deles para o teste de DNA. A equipe de Bryan Sykes corresponderam duas das amostras de dois diferentes ietis a um urso polar de 40.000 anos de idade, que os especialistas pensavam extinto anos atrás1

Mapinguari

Seria uma criatura coberta de um longo pêlo vermelho vivendo na Floresta Amazônica. Segundo povos nativos, quando ele percebe a presença humana fica de pé e alcança facilmente dois metros de altura. Seus pés seriam virados ao contrário, suas mãos possuiriam longas garras e a criatura evitaria a água, tendo uma pele semelhante a de um jacaré. O Mapinguari também possuiria um cheiro horrível, semelhante ao de um gambá. Esse mau cheiro faz com que sua presa fique tonta, o que permite ao bicho apanhá-la com facilidade.

Skunk Ape

O Skunk Ape seria uma criatura semelhante a um gorila de existência não provada. É relatado que este animal habita o sudeste dos Estados Unidos da América, principalmente a Flórida. É uma lenda muito semelhante ao do Pé-grande. Seu nome vem da palavra Skunk que em inglês, significa gambá ou doninha fedorenta, e ape, que significa macaco ou gorila (macaco-gambá).

Foram tiradas fotos deste animal, mas a mais famosa foi tirada em 2000 por um fotógrafo não identificado em Sarasota, na Flórida. O anônimo que enviou as fotos escreveu um bilhete. A mulher relatou que um "macaco estranho" havia entrado em seu quintal, mas ela acredita que é um orangotango. O evento ficou conhecido como The Myakka Skunk Ape Photographs.

Sasquatch

O Sasquatch é descrito como uma criatura na forma de um grande macaco que vive nas regiões selvagens e remotas dos Estados Unidos e Canadá. Em 2007 foi organizada uma expedição em busca de provas ou até mesmo do próprio pé-grande. Mas nada foi encontrado. Em 2008, dois caçadores norte-americanos foram à mídia dizendo terem em suas mãos o corpo congelado do famoso Bigfoot. Porém, após a análise do "corpo", foi descoberto que o suposto cadáver não passava de uma fantasia de macaco congelada. Em defesa, os dois caçadores disseram terem sido enganados e comprado o corpo de dois outros caçadores por um preço "inacreditavelmente baixo". Em 2014, o primeiro estudo feito pela comunidade científica, revela que os pelos recolhidos nos locais onde houve avistamentos do Pé-grande e do Abominável Homem das Neves (Yeti) pertencem a animais mundanos como lobos e ursos.

O vídeo do pé-grande

O vídeo do pé-grandeO filme Patterson-Gimlin é uma imagem famosa curto movimento de um objecto não identificado os produtores do filme pretendia ser uma "Bigfoot", que supostamente foi filmado em 20 de outubro de 1967, por Roger Patterson e Robert "Bob" Gimlin em Bluff Creek, um afluente do rio Klamath cerca de 25 quilômetros de estrada a Noroeste de Orleans, Califórnia. O filme foi submetido a muitas tentativas tanto para desmascarar e autenticar-lo. A maioria dos cientistas que estudaram o filme já julgaram ser uma brincadeira com um homem em uma roupa de macaco. Outros cientistas têm feito estudos que pretendem ser análises científicas conclusivas que a suposta criatura é provável não humano.

Gigantopithecus

O Gigantopithecus cujo nome significa "macaco gigante" foi um dos maiores primatas que já existiram, e é o animal conhecido,que mais se parece com as descrições feitas do pé-grande, viveu há aproximadamente 100 mil anos atrás durante o Pleistoceno no sudeste asiático, sul da China e Vietnam.

Eram parentes próximos dos atuais orangotangos porém seus hábitos diferiam dos mesmos, pois um animal tão grande e pesado não poderia ser arborícola como seus parentes atuais, sendo assim, então seus hábitos seriam mais parecidos com gorilas, apresentando corpos maciços e fortes. Sua alimentação era baseada em frutas, gramas, sementes e principalmente bambu, que o tornava competidor natural dos atuais ursos pandas. Existia um grande dimorfismo sexual nesta espécie, sendo as fêmeas bem menores que os machos, cerca da metade do tamanho e do peso.

Foram encontrados restos fósseis de Homo erectus nos mesmos locais e datando do mesmo período de fósseis de Gigantopithecus, sugerindo que o H. erectus pode ter "ajudado" a extinguir esta gigantesca espécie. Espécimes adultos deveriam possuir poucos inimigos naturais, entretanto, espécimes jovens poderiam ser predados por tigres, pitons, crocodilos, dentes de sabre, hienas, ursos e o H. erectus.

Na China foram encontrados diversos dentes de Gigantopithecus, os quais são até moídos e vendidos como remédio em mercados. Primatas desse porte, alimentam as lendas do "Pé Grande" e do "Abominável Homem das Neves", os quais poderiam ser apenas restos fósseis desses animais ou então animais dessa espécie que sobreviveram até os dias de hoje, porém animais de grande porte como estes causariam grandes alterações ambientais que seriam facilmente identificáveis pelo homem.

Condutta - infográficos

Infográfico: Condutta.com Fonte: Wikipedia